Para que a reprogramação do Polo 1.2 TDI (ver artigo) fosse possível a RL Motorsport adquiriu um novo equipamento de programação, a VF2 Flasher. Após a utilização do mesmo e de alguns testes, Rui Lopes, proprietário da empresa RL Motorsport, escreveu um pequeno review sobre a mesma, o qual irei partilhar com vocês.

Review  VF2 Flasher

Sendo um interface que tem vindo a conquistar cada vez mais mercado, destacando-se já mais do que uma vez pela introdução de protocolos até ao momento indisponíveis, resolvi usar o protocolo SH725xx Renesas como desculpa para adquirir este interface.

Tendo eu nos últimos 14 anos adquirido bastante equipamento original de outros fornecedores e lidado com o suporte técnico dos mesmos e lidado indirectamente com outros tantos, não me lembro de ter tido uma experiência tão positiva quanto esta.

VF2 Flasher - Protocolo SH725xx (JTAG)
VF2 Flasher – Protocolo SH725xx (JTAG)

 A equipa da Green Technology Devices foi excepcional em todo o processo desde o inicio até ao fim do processo de aquisição. A apresentação “hands-on” do equipamento foi tudo aquilo que se podia esperar e mais ainda. Desde um briefing ao interface de utilizador da máquina a uma demonstração “live” a ler/escrever uma ECU. Quase todas as questões que poderia ter naquele momento, ou vir a ter num futuro próximo, foram esclarecidas nessa mesma apresentação e as que restaram foram esclarecidas na hora. Ainda de louvar o cuidado da equipa da GTD que por várias vezes entrou em contacto apenas para saber como estava a correr a experiência com o novo hardware. Quanto ao suporte técnico em si, não posso opinar visto que felizmente a experiência com este novo interface tem sido muito positiva e ainda não necessitei do mesmo mas a avaliar pela disponibilidade até agora penso que quando esse momento chegar não vai desiludir.

 

Hardware
VF Flasher kit por RL Motorsport
VF2 Flasher

Quando abrimos a mala da VF2 imediatamente percebemos o cuidado que existe na produção do equipamento saltando-nos imediatamente à vista um envelope anti estático que protege o interface. A acompanhar o interface, vem um cabo OBD, um cabo USB, varios flat-cables IDC, os fios de ligação em silicone para efectuar as conexões às fichas das ECU e vários acessórios BDM/JTAG para soldar.

A unidade principal é-nos apresentada num formato pouco habitual neste tipo de ferramenta. Trata-se de um interface que não necessita de estar conectado a um computador, estando para isso munida de um LCD táctil de 7’’ onde efectuamos todas as operações necessárias tais como ler e escrever uma ECU, gerir a memória interna do dispositivo e até configurar alguns parâmetros do interface ao nosso gosto. A qualidade dos acessórios que acompanham a máquina é também acima do que é normal, evidenciando-se nos fios de ligação em silicone e na fonte de alimentação de 5A capaz de suprir as necessidades de corrente das unidades de comando mais recentes.

A “toolbox” foi outra agradável surpresa. Dentro desta caixa de ferramentas encontram-se diversos acessórios para simplificar o processo de leitura e escrita – os frame adapters! Já utilizei alguns adaptadores destes de outros fornecedores e por vezes a vontade é soldar os pinos à placa de ler directamente de tão frustrante que pode ser alinhar os pinos com os pads. Mais uma vez a GTD pensou em todos esses pequenos pormenores e muniu os adaptadores deles de iluminação para a placa da ecu e, nas unidades em que é possível, de pinos-guia para que alinhar os pinos do adaptador com o contacto das placas de circuito impresso seja uma brincadeira de crianças e assim, efectivamente facilitar o processo.

 

 

          

 

Software

Bem, se o exterior surpreendeu, o “interior” não podia ser diferente. O sistema operativo nativo da VF2 é extremamente simples e eficaz. Alem do óbvio, de destacar que nos é possível fazer alguns ajustes pessoais, como o brilho do ecrã e o volume do som, é possível gerir a memória interna da máquina onde inclusive podemos ter um repositório de ficheiros organizado em pastas por exemplo como se de um disco rígido de um PC se tratasse. Na parte da leitura e escrita, temos que optar por OBD ou por Bdm/Jtag/Boot. Até este momento apenas tive oportunidade de testar o boot de SH725xx e a ferramenta OBD para Toyota/Lexus. Na função OBD todo o processo é muito simples bastando para isso seguir as instruções no ecrã. A função de boot é toda ela guiada pelo sistema operativo da máquina sendo-nos apresentados os esquemas de ligação das ECU na própria máquina dispensando assim a necessidade de procurar estes esquemas em PDFs em que temos que filtrar a informação que necessitamos ou até de carregar num ícone de HELP para a informação relevante ser mostrada.

 

VF2 Flasher - Processo de escrita em ECU Delphi DCM 3.7                 

 

Finalmente o processo de leitura e escrita das unidades testadas por nós revelou-se sempre muito rápido. Desde a identificação da unidade, leitura das várias secções do processador (flash/eeprom) e escrita dos mesmos. Permite-nos ainda, além do que seria de esperar – ler e escrever a área de mapeamento do motor – ler e escrever outras secções e memórias adicionais que estão presentes estendendo assim a utilidade do interface para profissionais de reparação de unidades de comando.

Conclusão

Em jeito de resumo, a GTD está de parabéns pelo excelente produto que disponibilizam e pelas soluções que apresentam. O VF2 Flasher está muito bem conseguido e o potencial de evolução é enorme, conforme certamente a excelente equipa por trás do desenvolvimento nos irá mostrar ao longo do tempo.

 

 

6
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
3 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
LedHugoMiguel CunhaVitor Gandra Recent comment authors
newest oldest
Vitor Gandra
Visitante
Vitor Gandra

Olá,

Esta máquina permite fazer leitura e escrita pela porta OBD?

Hugo
Visitante
Hugo

Bom dia. Quem é o distribuidor em portugal?

Led
Membro
Led

Boa tarde ! Tenho alguns equipamentos para ler/escrever ECU, recentemente adquiri a VF2 full. Não pelo fato de fazer os toyotas pois ja os fazia (alguns). Adquiri pelo fato de não nessecitar de mais nenhum interfece, a maquina tem sistema operativo, monitor, bdm e corrente. Em relaçao do apoio conheci as duas principais pessoas envolvidas no projeto. O apoio tem sido excelente. Em relação a maquina em si posso dizer que ja fiz muitas unidades e passo a citar alguns problemas que troquei ideias com o apoio e aceitaram em melhorar a mesma, passo a citar algumas situações das que… Ler mais »